Lu Hiroshi

Belize

Homem Trans

Lu Hiroshi

Belize

SINOPSE:

Em um apartamento vazio, um homem trans descobre uma cidade através de sua privada e de alguma maneira isto o impele a continuar vivo. Este curta ganhou o prêmio de júri e público do I Festival de DIversidade do Centro Oeste – DIGO.
LU HIROSHII-min

Lu Hiroshi

Luciano Hiroshi produz cinema mobile independente, escreve poesias e roteiros. Estudou técnico em Fotografia pelo Senac-SP e Cinema e Audiovisual pela Universidade Estadual de Goiás – UEG. Em 2016 ganhou o prêmio de melhor filme nacional e por votação popular pelo curta “Belize” no I Festival de Diversidade de Goiás (DIGO), no mesmo ano exibiu os curtas “Vernissage/ratos, Belize e Sobre as coisas outras ou Instantâneo” na Semana da Diversidade de Ouro Preto e Mariana. Neste ano teve o curta "E se eles abrem a porta" exibido e premiado na "London Porn Film Festival". Seu trabalho é permeado pela investigação das questões de gênero, corpo e sexualidade. Está atualmente como roteirista de uma série e diretor e montador do seu primeiro longa metragem.

FICHA TÉCNICA

DIREÇÃO:
Lu Hiroshi
ROTEIRO:
Lu Hiroshi
ESTADO:
Goiás
ANO:
2016
GÊNERO:
Experimental

DURAÇÃO:

3’44”